SERVIÇOS EQUILYBRA - PSICOTERAPIA INFANTIL

Psicoterapia Infantil

ATENDEMOS CRIANÇAS DE TODAS AS IDADES.
Hoje em dia, pode-se enumerar diversos fatores que levam os pais a procurar psicoterapia para seus filhos.
Situações como:
– Dificuldades emocionais
– Medo, tristeza, desobediência em excesso
– Dificuldade em se relacionar e fazer amizades
– Agressividade, ansiedade, insegurança, timidez
– Distúrbios alimentares como: falta de apetite, obesidade
– Problemas escolares: inadaptação, problemas de aprendizagem, falta de concentração.
– Distúrbios físicos, adoecer com frequência
– Regressão a fases anteriores: enurese, voltar a usar fraldas, fala infantilizada, descontrole do sistema esfíncter
– Gagueira, tique nervoso, criar hábitos estranhos.
– Sinais de depressão, ansiedade, abuso infantil
– Dificuldades na fala, na retirada da fralda entre outros.

Através desses comportamentos entendidos como inadequados, a criança expressa a sua dificuldade e sofrimento em relação ao contexto vivido podendo causar sintomas emocionais sérios. Diferentemente do adulto, que consegue compreender o que está acontecendo e o motivo de determinadas ações, a criança não consegue verbalizar ou não tem maturidade suficiente para entender o que a incomoda e acaba utilizando outros métodos de comunicação para demonstrar sua angústia.
Geralmente, os fatores desencadeadores dessas crises, estão relacionados ao contexto que a criança vive, como por exemplo:

– Separação dos pais.
– Luto de pessoa próxima.
– Mudanças no contexto familiar como a chegada de um irmão, crises financeiras.
– Não conseguir corresponder às expectativas dos pais, professores, colegas e familiares.
– Ausência de figura parental.
– Ingressar ou mudar de escola.
– Suspeita de bullying, abuso infantil.
– Pressões do cotidiano.
– Excesso ou falta de limites entre outros.
Ao procurar uma clínica de psicologia infantil, os pais serão orientados e a criança acolhida e ouvida pelo profissional, tendo a oportunidade de expressar seu universo interior.
Para entender e identificar os problemas das crianças, o psicólogo infantil adota alternativas lúdicas, como brincadeiras, colagens, histórias, desenhos, jogos, afim de estabelecer uma comunicação com a criança.
As atividades desenvolvidas são baseadas na idade, possibilitando conhecer as aflições, sentimentos e comportamentos da criança.
A participação dos pais neste processo é essencial, para que possam ter conhecimento e compreender as adversidades do seu filho.
Portanto, periodicamente, o psicoterapeuta infantil chama os pais para orientá-los quanto as alternativas e mudanças possíveis a serem feitas que ajudarão seu filho a minimizar suas dificuldades emocionais.

Objetivos principais da Psicoterapia Infantil:
– Criar um ambiente de acolhimento e confiança favorecendo a expressão dos sentimentos, emoções, medos, inseguranças e insatisfações da criança. – Melhorar a autoestima.
– Ajudar a criança a buscar resolução dos seus conflitos.
– Elaboração e superação das dificuldades vividas
– Reestabelecer o equilíbrio emocional.
– Ajudar a criança na compreensão do seu universo interno e externo.
– Estimular a autonomia e independência.
– Contribuir de forma efetiva no desenvolvimento biopsicossocial da criança.
– Promover o bem-estar familiar.
– Contribuir na prevenção e solução de problemas.
– Ajudar na comunicação entre pais e filhos.
– Auxiliar os pais a conhecer seu filho, suas características pessoais, sua personalidade, enfim, contribuindo de forma efetiva no bom relacionamento familiar.
– Promover uma infância feliz e saudável.

ORIENTAÇÃO DE PAIS
A psicoterapia infantil também pode ser destinada aos pais ou responsáveis, que precisam de uma orientação de como agir e lidar com acontecimentos que envolvem as crianças.
Os filhos têm os pais como modelo e a relação e interação entre pais e filhos é fator fundamental para a formação de padrões de comportamentos de uma pessoa. Criar um filho não é tarefa fácil e muitas vezes os pais encontram dificuldades em decidir sobre a criação de seus filhos.
Essas dificuldades geram ansiedade em ambos e os pais acabam, algumas vezes reagindo de forma “pratica”, cedendo a birras, ou de forma autoritária impondo regras excessivas.
O Psicólogo busca orientar os pais quanto as ferramentas que podem auxilia-los a conduzir, de forma mais tranquila e efetiva, as alterações de comportamento de seus filhos, peculiares ao desenvolvimento.
Muitas vezes, os pais têm dificuldades em lidar com mudanças de comportamento de seus filhos, principalmente as quais se referem a conflitos como agressividade, dificuldades escolares, luto, medos excessivos entre outros.
O auxílio de um psicólogo se torna essencial e eficaz, proporcionando aos pais reflexões para buscar formas mais adequadas de enxergar a relação com seus filhos.
Quase sempre a orientação aos pais é feita em conjunto a terapia da criança ou adolescente, e é solicitada de acordo com a necessidade visualizada pelo psicólogo do filho em partilhar algumas informações e sugerir mudanças no modo de interagir.
Esse trabalho em conjunto entre o psicólogo infantil/adolescente e os pais, ajuda de forma efetiva o paciente a se tornar um adulto capaz de lidar com o mundo que o espera.

Voltar Inicio